sábado, 22 de novembro de 2008

Projeto Multimídia Sinais - Histórico


HISTÓRICO:
Em 2001, Carina Casuscelli, idealizadora do “Projeto Multimidia Sinais”,realizou o desfile experimental “Democracia dos corpos”,(TCC),no qual pesquisou moulage e desenvolveu a coleção inspirada na diversidade dos corpos, tendo como modelo a pequena Rosely Pacco.
O Projeto Multimídia Sinais, começou com as atividades oficialmente em 2002 e desde então tem colaborado na integração de pessoas com necessidades especiais nas artes. Em pouco tempo de existência pode auxiliar muitos jovens no mundo da arte, em 2003, o projeto realizou gratuitamente oficinas de vídeo, teatro, percussão corporal, figurino, dança indiana e de salão, com o apoio da Secretaria do Estado da Cultura – Departamento Talentos Especiais para a realização das oficinas.
Em 2004 foi contemplado com o Programa para Valorização de Iniciativas Culturais (VAI) da Prefeitura - Secretaria Municipal da Cultura de São Paulo, que foi co-patrocinador do espetáculo teatral: “Sinais de um Sonho”, tendo o elenco constituído por performers surdas e pequenas.
Em 2005 realizou o espetáculo multimídia “Dr.Caligari” criado a partir da livre adaptação do clássico expressionista alemão “O Gabinete do Dr.Caligari” que gerou apresentações especiais nos dias 13 e 14 de junho de 2005, na Oficina Cultural Oswald de Andrade e em dezembro participou do evento “Acesso Livre” na Galeria Olido. Dr.Caligari, teve a sua primeira fase de pesquisa iniciada dentro do projeto de “Residências artísticas”, da Oficina Cultural Oswald de Andrade, no primeiro semestre de 2005.
Em 2007 contemplado pela segunda vez pelo programa de Valorização de Iniciativas Culturais, pelo projeto, “Informal... Encenando a moda do Brás”, onde apresentou performances pelas ruas do Brás, oficinas e realização de um documentário.
Em 2008, participação no Festival da Cultura Peruana “Festejo”, no Centro Cultural Rio Verde, realizando leitura dramatizada em espanhol e workshop.

VERTENTES DO PROJETO E CONQUISTAS:
O Projeto Multimídia Sinais divide-se em três vertentes:

- Cinema: Realização de um documentário em digital sobre pessoas com necessidades especiais e a inclusão destes nas artes, bastidores do projeto e depoimentos dos participantes;

- Teatro: Preparação de futuros atores, realização de performances, e espetáculos teatrais;

- Moda: Pesquisa em moulage e desenvolvimento de coleções para as "pequenas" e a confecção de figurinos para atores com deficiência física. Por exemplo: Espetáculo “A Cadeira-Falando sem Tabu”, da artista multimídia Estela Lapponi - deficiente física, (hemiparesia esquerda) causada por um AVC há 11 anos;

REALIZAÇÕES:
* Moda: Gleice Genaro, deficiente auditiva, que tinha como sonho, um dos desejos mais almejados pela maioria das adolescentes: ser modelo. No entanto, o fato de ser portadora de deficiência auditiva sempre foi um obstáculo para a realização deste sonho. Ao participar das oficinas culturais de teatro e expressão corporal, todo o talento se aflorou e trouxe a tona o desejo de seu sonho ser realizado. Na SEMANA DE MODA CASA DE CRIADORES, Gleice desfilou para os estilistas: Giannatempo e Caparroz;

* Participação no “24º VIP” - Encontro de Profissionais de Moda: evento idealizado por Renata Miranda que foi realizado no dia 23 de Março de 2004, no auditório Elis Regina, no Centro de Convenções do Anhembi – São Paulo. O qual reuniu mais de 1.500 profissionais que representam as mais expressivas empresas da indústria e comércio da moda nacional. Neste encontro a equipe do Projeto Multimídia Sinais apresentou uma performance com os atores surdos e também foi responsável pela confecção dos 12 painéis de tendência para a próxima estação Primavera/ Verão – 2004/2005;

* Teatro / Performance : A cada dia as oficinas prestadas pelo projeto, pôde superar por parte de seus integrantes, obstáculos e também destacar o talento nato de jovens, que encontram nas artes uma maneira surpreendente de se expressar. E foi assim que o jovem ator Sandro Gaspar, pode concretizar o sonho de estrear no teatro do Sesc Consolação. Seu desempenho abriu as portas para participar profissionalmente da Montagem “Repertório Beckett 2”, da Cia Nova de Teatro, que faz parte da Cooperativa de Teatro de São Paulo.

No dia 27 de Setembro de 2003, Dia Nacional do Surdo, foi apresentado no CINESESC a performance multimídia “Vivia no Silêncio”, com trilha sonora de Wilson Sukorski na mostra do diretor francês Nicolas Philibert realizador do documentário “Le pays des surdes” (O país dos surdos), e do documentário “Etrê et Avoir” (Ser e Ter), que esteve no circuito de cinema em São Paulo.
Em 04 de Maio de 2004, a atriz Tania Camargo apresentou a performance “Vivia no Silêncio”, no lançamento do Projeto Talentos Especiais da Secretaria de Estado da Cultura, do qual o Projeto Multimídia Sinais fez parte. Este evento foi realizado na Pinacoteca do Estado de São Paulo e contou com a presença da madrinha do Projeto, a atriz Luana Piovani, da Secretária de Estado da Cultura Cláudia Constin, e outros representantes do Governo de São Paulo.

NOVAS INICIATIVAS:
O Projeto Multimídia Sinais - "A Moda está em baixa" , está preparando uma série de iniciativas no circuito de moda, teatro e vídeo:
-Lambe espalhados pelas ruas de São Paulo;

-Manifesto previsto para 03 dezembro - Dia Internacional do deficiente;

-Exposição multimídia, universo da moda, sonho das pequenas;

-Desfile out./inv 2010, para "pequenas", inspirada na artista pequena Perla que sobreviveu ao Holocausto e era integrante da Trupe Lilliput;

-Espetáculo teatral “Perla...” com a atriz Priscila Menuci;

-Videodança-dança integrativa;

-”Cidadão da Moda”, ciclo de palestras, performances e mostra de vídeo, que visa discutir a “Democracia dos corpos”, na publicidade e no mercado da moda.

4 comentários:

Caroline disse...

OLÁ PESSOAL....PASSEI PARA FALAR O QDO ADOREI ESTAR NESSA PASSEATA....E DESEJO Q TODO ESSE ESFORÇO E DEDICAÇÃO VENHA OBTER ALGUM RESULTADO....BJOS CAROL

yasmin disse...

olá!estou fazendo um projeto da faculdade,sandalhas para mulheres com nanismo.
e gostaria de saber quais as maires dificuldade que uma mulher anã pode ter quando vai comprar uma sandalha? e também o tamanho dos seus pés? para que eu consiga realizar uma pesquisa mais confiante, e assim consiga realizar meu projeto, pois vi que não existe lojas especializadas para vocês.

yasmin disse...

agradeço a ajuda.
há goataria de saber também qual o modelo que você gostaria de ter?
bju obrigadinha

Carla disse...

Muito bom,
Obrigada por nos dar visibilidade e de educar a população que temos direito à moda, à identidade, à subjetividade, e à dignidade.
Parabéns pelo projeto